INSS: exemplo na digitalização de serviços

Solicitação de aposentadoria, pensão, salário-maternidade, concessão automática de benefícios ou acesso ao simulador de aposentadoria. Ao todo, 80% dos requerimentos feitos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) são feitos pelo telefone 135 ou de forma digital, pelo aplicativo Meu INSS. Apenas 20% da população ainda precisam ir a uma agência. Enfrentar fila e balcões se transforma, aos poucos, em passado.

“Não é impositivo. O cidadão pode buscar uma agência. Cada vez mais nós precisamos mostrar que ele não precisa. Pode fazer pela internet quem tem acesso ou, pelo telefone, toda a população”, explicou o presidente do INSS, Renato Vieira, durante a cerimônia de apresentação do novo Portal Gov.br. Alguns serviços, como perícia médica, não podem ser feitos sem o deslocamento.

Segundo ele, o INSS quer aumentar a capacidade de concessão automática de benefícios em três vezes alcançando, ainda neste mês, seis mil concessões automáticas por dia. E esse é só o começo. O objetivo é que nenhuma solicitação leve mais de 45 dias para ser respondida.

Para impulsionar o atendimento à população, várias foram as medidas tomadas pelo Instituto. A primeira foi aumentar a capacidade para a concessão automática de benefícios, que antes teriam que ser analisadas manualmente por servidores. “Percebemos, há alguns meses, que tínhamos mais servidores dedicados à logística, recursos humanos, licitações e contratos do que à análise e concessão de benefícios”, contou Renato Vieira.

Além disso, o Instituto trocou o controle de horas trabalhadas pelo controle da produtividade mensal do servidor. Antes, cada funcionário analisava uma média de 22 processos por mês. Agora, a média aumentou para 35 processos por servidor. Assim, o Instituto passou de 500 mil para 900 mil o número de processos analisados manualmente por mês.

O teletrabalho também foi regularizado. O ganho é para o servidor e também para o Instituto, já que os funcionários que trabalharem de casa precisam bater uma meta mensal 30% superior aos demais colegas. Se não conseguirem, voltam a trabalhar no local. O INSS criou também um bônus, pagamento adicional, ao servidor que ultrapassar a meta mensal.

Fonte GOV Federal/Presidente do INSS, Renato Vieira. Foto: Isac Nóbrega/PR