Nenhuma instituição de ensino superior da Bahia é conceito máximo no IGC, aponta Inep

Nenhuma instituição de ensino superior da Bahia é conceito máximo, aponta InepNenhuma instituição de ensino superior da Bahia recebeu nota máxima no Índice Geral de Cursos (IGC), medido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e divulgado nesta terça-feira (18). Ao todo, 103 entidades baianas aparecem na lista, referente ao ano de 2017, todas com conceito 4 ou menor. A primeira colocada do estado é a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), que ocupa a 24ª colocação no ranking nacional, e recebeu conceito 4.

Para que uma Instituição de Ensino Superior (IES) tenha o IGC calculado é necessário possuir ao menos um curso com estudantes concluintes inscritos no Enade no triênio de referência. O Inep leva em conta uma série de requisitos para calcular a média das instituições.

Outras IES da Bahia com conceito 4 foram a Universidade Federal da Bahia (UFBA), Instituto Federal da Bahia (IFBA), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e o Senai/Cimatec, entre as públicas. Unidades de ensino privadas com conceito 4 foram a Universidade Salvador (Unifacs), Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), Centro Universitário Ages, Faculdade Anísio Teixeira, Faculdade Nobre, Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde, Faculdade Unirb, Unime, Faculdade Eugênio Gomes, Faculdade Maria Milza.

Fonte BN