Nova Lei vai antecipar condições para que Teixeira de Freitas receba tecnologia 5g

A legislação aprovada colocará a cidade no pioneirismo, com a substituição de antenas por biosites, postes transmissores de ondas de telecomunicação com vantagem inicial para 3G e 4G.

O prefeito Temóteo Brito enviará para a Câmara de Vereadores um projeto de lei que estabelece as normas necessárias para que Teixeira de Freitas seja uma das primeiras cidades baianas a receber a tecnologia 5G – muito mais veloz do que a banda larga atual e dotada de recursos de imagens e sons HD3.

O projeto de lei se alinha com as normas ambientais e de segurança internacionais. A troca de antenas existentes deve se iniciar nos próximos 60 dias após a aprovação da lei e servirá para a melhoria imediata do sistema 4G e predispostas para hospedar o equipamento 5G.
A revolucionária tecnologia deve ser liberada oficialmente em 2021.
As novas antenas melhorarão significativamente as redes 3G e 4G já existentes hoje no município, acabando com as chamadas zonas de “sombra” – locais sem cobertura.

Na última quinta-feira (04), a empresa de telefonia Tim foi a primeira entre as operadoras presentes na cidade a comparecer na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia para mostrar interesse em antecipar a instalação das novas antenas, usando-as inicialmente para o 4G, mas predispostas ao 5G.

O sistema 5G apresenta avanços e corrige incômodos antigos sem usar grandes espaços e alturas. As redes da 4ª geração, utilizadas em algumas regiões do Brasil, são capazes de entregar uma velocidade média de conexão de cerca de 33 megabytes por segundo. Estima-se que o 5G seja capaz de entregar velocidades até cem vezes maiores.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Flávio Guimarães, explicou que uma das principais mudanças do projeto que será enviado para Câmara é a criação de biosites, que são estações de rádio-base em formato de postes de iluminação que gerarão a rede de cobertura e poderão substituir as tradicionais antenas existentes.
“Em vez dessas antenas, que poluem visualmente a cidade, a nova legislação permitirá a instalação dos biosites, que são em formato de postes de iluminação. O projeto permite que eles sejam instalados em espaços públicos, como praças e em canteiros. Serão menores e mais bem distribuídas, eliminando as chamadas sombras de alcance existentes hoje na cidade. Com isso, antecipa-se as condições de receber o 5G, imediatamente após a autorização das novas frequências pela Anatel. Também se registrará uma melhoria do 3G e do 4G”, afirmou.
Como contrapartida, segundo o secretário Flávio Guimarães, a operadora que for instalar os biosites em áreas públicas terá que colocar câmeras de monitoramento Olho Vivo e iluminação de LED nesses postes. “Com esse acerto, que é inovador, Teixeira de Freitas terá, em breve, um ganho de várias torres de observação ligadas por fibra óptica à central de controle da Polícia Militar, podendo monitorar o trânsito e a segurança em locais públicos, isso especialmente em praças da cidade”.

PLANO DE EXPANSÃO
Representantes da Tim elogiaram as medidas para modernização da legislação tomadas em Teixeira de Freitas, que anteciparão a chegada da nova tecnologia. Isso poderá ser um diferencial importante na atração de novos empreendimentos, já que o 5G abre novas fronteiras para o uso ampliado e intensivo da conectividade.

LICITAÇÃO CONFIRMADA
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) confirmou a licitação para o 5G, a quinta geração de telefonia móvel, no primeiro trimestre de 2020. A expectativa é que a tecnologia seja disponibilizada comercialmente no Brasil em 2021.

Para o prefeito Temóteo Brito é fundamental Teixeira de Freitas se predispor para a onda tecnológica de impacto revolucionário. “Internamente, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Procuradoria Geral do Município e Câmara de Vereadores apresentaremos os estudos, as medidas e a legislação para que qualquer operadora possa se habilitar com sua rede no território de Teixeira de Freitas, dando garantias às empresas de telecomunicação. Com isso, aumentaremos a iluminação LED e a cobertura de câmeras de Olho Vivo, alcançando toda Teixeira de Freitas e melhoraremos as condições de segurança pública sem qualquer investimento direto, pois as empresas instalarão esses equipamentos como contrapartida pelo uso da área pública”.