Teixeira de Freitas registra em 08 meses mais de 30 casos de picadas de escorpiões

Trinta e quatro casos de picadas de escorpião foram registradas nos oito primeiros meses de 2019, na cidade de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo informações do órgão, foram registrados 61 casos entre janeiro e novembro de 2018. A espécie mais comum na região é a Tityus Surrelatus, conhecida como “escorpião amarelo”.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, as unidades referências no municípios são o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas e a Unidade Municipal Materno Infantil.

Carla André, moradora do Conjunto Habitacional Santos Dumont, que fica no bairro Colina Azul, encontrou um escorpião, no chão da casa em que mora, ao lado da filha, que tem dois anos, e brincava em um tapete.

“Eu fui limpar a casa, arrastei o sofá e vi um escorpião. Minha menina estava brincando no chão. Eu tomei um susto, saí correndo para matar ele [escorpião], por causa dela [filha]”, disse a moradora.

A bióloga e técnica da Vigilância Sanitária da cidade, Nereide Lisboa, informou que os maiores fatores para o aparecimento dos animais é a questão climática e a higiene.

“Estudos mostram que a nossa temperatura não varia muito. É uma temperatura homogênea durante todo o ano. Por isso, que todo ano os escorpiões estão ativos aqui na região”, explicou.

Casos aconteceram entre janeiro e agosto deste ano

Por: G1 Bahia.